Você ajudou alguém hoje?

Sabe quais são os benefícios que a solidariedade pode trazer a quem a pratica?

Pesquisas científicas comprovam que ajudar os outros pode trazer uma série de benefícios, como a sensação de bem estar e felicidade.

Segundo Ricardo Monezi, pesquisador do setor de Medicina Comportamental da Universidade Federal de São Paulo, ao exercitar a solidariedade, nós fortalecemos o nosso sistema imunológico, responsável pelas defesas do organismo, e reduzimos os hormônios ligados ao stress, como a adrenalina e o cortisol.

O pesquisador afirma: “O interessante é que para ser solidário não é preciso abrir mão de nada, mas desenvolver uma nova maneira de enxergar as pessoas e uma nova postura para se relacionar com elas”.

O comportamento cooperativo é fundamental para as relações humanas e para a vida em sociedade. Um exemplo disso é a mobilização das pessoas diante das grandes tragédias: muitos de nós somos movidos pela intenção de ajudar, nessas situações é comum formar-se uma corrente de solidariedade, suprindo as diferentes necessidades daqueles que precisam.

Ao mesmo tempo, vivemos em um uma época, em que a competitividade está presente em diversas relações e ambientes, no campo profissional onde aquele que se destaca obtém ascensão na carreira, nos concursos vestibulares em que há uma classificação decorrente de erros e acertos e também em algumas relações interpessoais.

Você se lembrou de mais alguma situação envolvendo competitividade no nosso dia a dia?

De fato, podemos nos lembrar de muitos exemplos, o que nos faz pensar que somos estimulados a competir e olhar para nossas próprias necessidades, e isso de certa forma, pode nos afastar da percepção das necessidades do outro.

Mas, mesmo diante de uma sociedade competitiva, podemos cultivar a solidariedade nas nossas relações. “Fomos feitos para praticar a bondade. Fazer o bem é uma ação natural para o ser humano. Não é espontâneo, mas é algo que pode ser aprendido e amadurecido”, defende Jorge Claudio Ribeiro, filósofo e professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Uma sociedade solidária e feliz! Essa é a visão da ASEC, que há 10 anos promove ações pautadas no desenvolvimento emocional, que impactam no bem estar das pessoas!

Através do Programa Amigos do Zippy, as crianças desenvolvem a capacidade de serem mais solidárias, sendo estimuladas a ajudar os colegas de classe e outras pessoas em situação de dificuldade. Assim, elas percebem também que auxiliar o outro pode ser extremamente prazeroso.

Ao término do Programa, professores e pais costumam relatar um aumento na solidariedade das crianças, tanto na relação com irmãos, amigos, com os próprios professores, familiares e outras pessoas!

Junte-se a nós, por uma sociedade solidária e feliz!

Você é muito bem-vindo!